Dinheiro e Prosperidade

Dinheiro e Prosperidade

Dizem que dinheiro não traz felicidade e que os ricos não vão para o céu.
Crescemos ouvindo isso e assim programamos as nossas mentes para acreditar que o dinheiro, ou ter dinheiro, não é algo bom.
De fato, crer que a “pobreza é a salvação” é algo praticado desde a idade média. Os senhores feudais agiam assim para que pudessem concentrar toda a riqueza para eles próprios, e a pobreza era e ainda é considerada uma virtude cristã.

Antes que me entendam mal, riqueza para mim é ter saúde, família, acesso contínuo ao conhecimento, liberdade para empreender e ser recompensado pelos meus sucessos, assim como pagar o preço pelo que não saiu conforme planejado. E, acima de tudo, fazer o bem, facilitando o caminho de quem está à sua volta. O dinheiro, ganho honestamente, é o meio para viabilizar a riqueza e gostem ou não, no mundo contemporâneo não se vive sem ele.

Assim, se você pensa que riqueza é inalcançável ou se prefere acreditar que “ricos não vão para o céu”, você vai se auto-sabotar e terá dificuldades em ganhar mais e enriquecer, pois estará usando a lei da atração de forma invertida. Considere também que nascer numa condição de vida menos afortunada não determina quem você é. Você não tem o controle do tipo de tabuleiro que a vida te coloca, mas é totalmente responsável pela maneira como joga o jogo.

Segundo a lei da atração, você sempre recebe mais daquilo onde concentra sua atenção. Se focar seus sentimentos e pensamentos na escassez e na pobreza, é isso que terá.

Pessoas ricas e bem-sucedidas compartilham os mesmos hábitos e crenças sobre a prosperidade. Assim, o primeiro passo para a sua reprogramação mental para a prosperidade é desenvolver a fé e a confiança no seu próprio valor, e acreditar ser merecedor do sucesso e do dinheiro que advém dele.

Em breve mais posts sobre reprogramação mental.
Enquanto isso, conheça o Mapa do Sucesso.

Deixe uma resposta